O que é importante saber sobre consistência de cor?

O que é importante saber sobre consistência de cor?
O que é importante saber sobre consistência de cor?

Quando falamos em consciência de cor, nós temos que levar em consideração dois aspectos importantes.

O primeiro deles é a avaliação da consistência de cor no decorrer da vida útil. Da mesma forma que o LED perde fluxo luminoso e brilho com o tempo, também acontece uma alteração de cor no decorrer da vida útil dele. Na verdade, isso acontece não só com os LEDs, mas com qualquer fonte de luz. Por isso, é preciso avaliar quanto que o Led vai variar de cor, quer seja a temperatura de cor, quer seja a coordenada de cromaticidade. Existe um documento da IES que é a TM35 que justamente trata desse assunto, ou seja, como você avalia a consistência de cor com o tempo.

O segundo aspecto é a consistência de cor entre fontes luminosas. Em uma instalação você pode ter várias fontes de luz, e é preciso medir a consistência de cor em função da variação que cada uma delas pode apresentar. Existe uma medida para isso que é baseado no estudo das elipses de MacAdam, conhecida também como SDCM, que é uma sigla que significa Desvio Padrão de Correspondência de Cor, que dependendo do número das variações de degraus ou steps a gente pode especificar a fonte para uma determinada aplicação. Por exemplo, em uma aplicação Indoor, o ideal é que as luminárias tenham 3 steps de MacAdam, ou 3 SDCM. Já para Luminária Pública, isso torna-se menos rigosroso, 5 ou 7 SDCM já são suficientes. Portanto, dependendo da aplicação, é determinada uma consistência de cor.