Índice de reprodução de cor e a importância do R9

Índice de reprodução de cor e a importância do R9
Índice de reprodução de cor e a importância do R9

O Índice de reprodução de cor (IRC) é uma métrica que foi introduzida pela Comissão Internacional de Iluminação na metade do século passado e ela tem como principal objetivo avaliar a fidelidade da reprodução de cores de uma determinada fonte luminosa comparada com um padrão.

Esse padrão é o ideal e ele tem a nota máxima do IRC que é 100, e não é porcentagem, é 100 em número absoluto. Para fazer essa avaliação são consideradas oito cores, que são cores não saturadas, em tons pastéis que vai de R1 até R8. Esse procedimento é identificado como Ra. Sempre que vemos a especificação IRC e Ra, refere-se a reprodução de cor, ou seja, fidelidade da reprodução de cores.

Além dessas 8 cores, a Comissão Internacional de Iluminação ainda adota as cores saturadas que vão do R9 até o R15, e uma cor que é muito importante e é considerado hoje como um diferencial para alguns fabricantes de LED, é o R9, que é o vermelho saturado.

A cor vermelha é uma cor muito importante porque ela faz parte ou está contida numa série de objetos que nós estamos acostumados a ver diariamente na nossa vida. Por isso, a reprodução do R9, vermelho saturado, é muito importante.

Portanto, a luz artificial que possui um elevado IRC e R9, possibilita ao olho humano perceber as cores corretamente, convergindo para o mais próximo da luz natural do dia.